abril 26, 2013

Ah, moço!




                                                              Nem tenta esquecer-me
pois sou o ar que tu respiras
minhas letras sempre entoarão canções
 de amor e mistério em
 teus ouvidos

A saudade rondará teus dias
o inverno longe dos teus braços
deixa vazio os nossos sonhos

 (Manuella Loureiro)

Você sempre esteve aqui... você
 vive nas letras que escrevi, 
me leva contigo!

(Rastro da lua)



Nenhum comentário:

Postar um comentário