abril 09, 2012

Para um poeta







































Ah, doce escultor das letras!
Leva-me sempre em tuas asas
nem imagina as loucuras
Vividas em um coração, que muitas
vezes nem quer voltar prá casa...

Meu doce poeta !
É prá você que escrevo agora...
tens idéia do que o teu poema faz?

Me faz voar em tuas asas por todo
infinito,dormir nas estrelas,
viver o sonho mais bonito...

Te espero poeta, num verso qualquer!
Nesta longa e misteriosa caminhada
 do amor...
Onde guardas no peito tanta dor
no teu sensível coração... Poeta!

Marllene Rodrigues
Direit. Aut. Reserv.

Nenhum comentário:

Postar um comentário