setembro 01, 2010


Venho de vidas tantas
De amor e alegria
Sei das profecias
Que me levaram a ti!

Temos a estrada e o vento
Tuas mãos: nos momentos
em que seguimos
Mais uma vez juntos

Este amor que o tempo
Não destrói, Amor Gitano!

Madalena Cigana

Nenhum comentário:

Postar um comentário